Cindy Ray, uma Gibi Girl à moda antiga

| Postado por | Categorias: Blog
Carregando…
Array
Array
Carregando…
Array
Array
Nascida na Austrália, em 1940, com o nome de Bev Robinson, Cindy Ray, tornou-se a primeira musa dos tatuados. Mãe, dona de casa e solteira; Cindy Ray viu-se em dificuldades financeiras, percebeu que seu trabalho como operária em uma fábrica, não cobriria sues gatos pessoais, precisava de “dinheiro extra”.

Cindy era uma Pin-up comum. Jamais havia pensado em ter tatuagens.

Foi quando em 1959, Harry Bartram, um fotógrafo famoso, publicou em um jornal sua procura por modelos, e então Cindy Ray o responde procurando trabalho.

Harry Bartram gostou de Bev Robinson (Cindy Ray), e resolveu contratar, mas com a condição de aceitar ser tatuada, e então ela topou.

Cindy ganhou 4 tatuagens já em sua primeira sessão, e começou sua carreira como primeira musa tatuada da história do mundo, e aprendeu a tatuar.

Desde então, ela percorreu portos tatuando marinheiros, e exibindo suas belas tatuagens como artista. Foi então, que Bev Robinson, tornou-se “Cindy Ray”. Estima-se que Cindy tenha sido a mulher mais fotografada de sua época.

Tempos depois, casou-se com um tatuador, dono de sua própria loja. No dia em que ele quebrou a mão, ela assumiu seu posto.

Há boatos de que ela está viva, tatuando e vivendo feliz com sua família na Austrália.

Infelizmente, não há muitos relatos sobre ela. Nem mesmo, uma página no wikipédia.

Carregando…
Array
Array
Carregando…
Array
Array

Orgulhosamente Parceiros de